A Família segundo Gilbert Keith Chesterton

Por G.K.Chesterton Tradução de Aíla Gomes (Cap. XIV de “Heretics“, Publicado em Londres, 1905. Retirado da revista A Ordem, Out/54) A família pudera-se muito bem definir como uma instituição humana essencial. Ninguém negará que ela foi a célula principal e a unidade central de quase todas as sociedades que até hoje existiram, excetuando-se, é claro, sociedades tais

François Mauriac, por Carlos Frederico

François Mauriac Carlos Frederico Gurgel Calvet da Silveira Presidente do Centro Dom Vital   Quando recebeu o Prêmio Nobel de Literatura, em 1952, François Mauriac já era universalmente conhecido como “escritor católico”. Este título, entretanto, não era, de modo algum, algo secundário ou pacífico em sua literatura, nem nas décadas precedentes, nem naquele momento de

Literato como Pensador

O título desta seção, Literato como Pensador, é uma paráfrase da obra de Eric Bentley, The Playright as Thinker, a qual reúne uma série de importantes estudos sobre os grandes mestres do teatro moderno, como Ibsen, Strindberg e Bernard Shaw. Seguindo esta pista, pretende-se inaugurar, com esta coluna, uma fonte de informação e de debate