Prêmio Juíza Patrícia Acioli

O professor Carlos Frederico da Silveira, presidente do Centro Dom Vital (Associação de Leigos Católicos), e a professora Hilda Bentes foram os ganhadores da categoria “Trabalhos Acadêmicos” do 3º Prêmio Juíza Patrícia Acioli de Direitos Humanos, promovido pela Associação dos Magistrados do Estado do Rio de Janeiro (Amaerj), com apoio do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro. A cerimônia aconteceu no Theatro Municipal, na noite dessa segunda-feira (17). Os professores receberam o prêmio das mãos da Presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, Desembargadora Leila Mariano.

A premiação, de abrangência nacional, tem o nome da juíza da 4ª Vara Criminal de São Gonçalo Patrícia Acioli, assassinada em Piratininga, Niterói, em agosto de 2011. O prêmio conta com duas categorias: Práticas Humanísticas e Trabalhos Acadêmicos. Para ambos, a temática deste ano foi “Educação e Direitos Humanos: A pessoa em primeiro lugar”. Além disso, o evento promoveu um concurso de redações para alunos do Ensino Fundamental, com o tema “Brasil, Cidadania e Direitos Humanos”, aberto às escolas municipais cariocas.

.

CF

Da esquerda para a direita: Desembargadora Leila Mariano, Profa. Hilda Bentes e Prof. Carlos Frederico Calvet
Foto de Ricardo Brajterman

 

 

 

 

cdv