III Edição do Ciclo de Ecumenismo

Queridos amigos, o CDV tem a honra e a alegria de convidá-los para a III Edição do Ciclo do Ecumenismo que ocorrerá nos dias 30/05 e 31/05 com o tema: “Reconciliação – É o amor de Cristo que nos impele (cf. 2 Cor 5,14-20)”.

Palestras no Centro Dom Vital:

– Terça 30/05 das 18 h às 20 h (Mesa presidida pelo Diácono Nelson Águia, secretário da Comissão Arquidiocesana para o Diálogo Ecumênico e Inter-Religioso):
Pe. Henrique Cairus – Ortodoxo – Patriarcado Ecumênico de Constantinopla
Rev. Alexandre Cabral – Pastor da Igreja Presbiteriana da Praia de Botafogo
Rev. Daniel de Athayde Quélhas – Pastor da Igreja Batista

– Quarta 31/05 das 18 h às 20 h (Mesa presidida por Maria Christina Sá, Diretora de Ecumenismo e Diálogo Inter-Religioso do Centro Dom Vital):
Dom Roque Costa Souza – Bispo Auxiliar da Arquidiocese de São Sebastião do RJ
Rev. Edson Fernando – Pastor da Igreja Cristã de Ipanema
Rev. Daniel Rangel Cabral – Pastor da Igreja Anglicana

Serão emitidos certificados. Evento gratuito, sem inscrição, basta comparecer à Rua Araújo Porto Alegre, 70 sala 111 (esquina com Rua México, próximo ao Metrô Cinelândia).

No sábado, 03/06, às 20 h, haverá o Culto Ecumênico na Paróquia N. Sra. de Copacabana, organizado pela Arquidiocese, com a presença do Cardeal Dom Orani João Tempesta, Pe. Fábio Luiz de Souza, Pe. Henrique Cairus, Rev. Daniel de Athayde, Rev. Daniel Rangel Cabral e outros líderes cristãos.

Agradecemos imensamente a gentileza de divulgarem junto aos seus familiares, amigos e instituições que frequentam, por favor.

“Não há verdadeiro ecumenismo sem conversão interior. É que os anseios de unidade nascem e amadurecem a partir da renovação da mente, da abnegação de si mesmo e da libérrima efusão da caridade. Por isso, devemos implorar do Espírito divino a graça da sincera abnegação, humildade e mansidão em servir, e da fraterna generosidade para com os outros. «Portanto – diz o Apóstolo das gentes – eu, prisioneiro no Senhor, vos rogo que vivais de modo digno da vocação a que fostes chamados, com toda a humildade e mansidão, com paciência, suportando-vos uns aos outros em caridade, e esforçando-vos solicitamente por conservar a unidade do Espírito no vínculo da paz» (Ef. 4, 1-3). Esta exortação visa sobretudo aqueles que foram elevados à sagrada Ordem na intenção de que seja continuada a missão de Cristo, que entre nós «não esteve para ser servido, mas para servir» (Mt. 20,28).” (Unitatis Redintegratio 7)

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest

Associação de leigos católicos, dedicada, desde 1922, à difusão da fé e à evangelização da cultura no Brasil: revista A Ordem, palestras, cursos, etc.